Blog & Notícias

Ombro instável

Ombro instável

Você percebeu o quanto usa o seu ombro no dia a dia? Independente de ser nas atividades rotineiras, no trabalho ou no esporte, essa parte do corpo é muito trabalhada. Por isso, está muito sujeita a lesões e outros problemas, como a instabilidade.

Chamada de instabilidade articular fisiológica, essa condição está associada a uma sensação de frouxidão na articulação do glenoumeral. Pacientes com esse tipo de problema apresentam dificuldade em manter a estrutura do ombro estável.

A instabilidade se apresenta de diferentes formas. Além de sentir o ombro frouxo, é possível que os movimentos sejam acompanhados de estalos e dor na região. Sintomas neurológicos também são observados, como dormência, formigamento ou fraqueza.

Se você está com algum dos sintomas, busque orientação médica para que o diagnóstico seja feito. O tratamento para ombro instável varia conforme a intensidade do problema. A abordagem inicial inclui restrição de atividades, aplicação de gelo, uso de antiinflamatório e fisioterapia. Casos mais graves podem demandar intervenção cirúrgica.

More

Artroplastia

Artroplastia

A artroplastia, também conhecida como prótese do ombro, é uma substituição da parte óssea com degeneração. Essa abordagem é utilizada para tratar problemas avançados, quando a articulação do glenoumeral — uma das articulações associadas à cintura escapular que permite uma ampla gama de movimentos do ombro — já está muito comprometida.

A realização do procedimento é indicada a partir de um diagnóstico, que identifica o que está gerando o desgaste. A partir daí, é determinado qual o melhor implante para cada caso. Existem diferentes tipos de próteses, como a parcial, total anatômica, de superfície e reversa.

Alguns fatores, como idade do paciente, suas expectativas e o histórico de lesões também são levados em conta na hora determinar o tipo de prótese do ombro a ser utilizada.

Como toda cirurgia, este procedimento também oferece riscos cirúrgicos, que são muito semelhantes ao de outras cirurgias ortopédicas que envolvem implantes. Entre eles estão infecções, deslocamentos e fraturas. Mas, com o acompanhamento de especialistas é possível alcançar bons resultados com melhora da qualidade de vida dos pacientes.

More

Artigo – Comparison of scapular kinematics and muscle strength between those with a positive and a negative Scapular Assistance Test

Artigo – Comparison of scapular kinematics and muscle strength between those with a positive and a negative Scapular Assistance Test

Hoje, na reunião do “Journal Club” discutimos o artigo “Comparison of scapular kinematics and muscle strength between those with a positive and a negative Scapular Assistance Test” (em tradução livre, “Comparação da cinemática escapular e força muscular entre aqueles com um teste de assistência escapular positivo e um negativo”), pesquisa de uma universidade brasileira publicada em 2020 na revista científica “Clinical Biomechanics”.

O intuito do encontro foi discutir como movimentos anormais da escápula podem causar dor ou gerar perda de controle no ombro afetado.

As reuniões fazem parte do programa de Especialização em Cirurgia de Ombro e Cotovelo, e são apresentadas por ortopedistas alunos do curso. O evento também conta com a presença de ortopedistas, fisioterapeutas e é aberto para os demais membros da comunidade científica.

Confira o artigo no link.

More

7º Closed Meeting

7º Closed Meeting

Nesta última semana, nossos especialistas, Dr. Fábio Matsumoto e Dr. Fernando Mothes participaram do 7º Closed Meeting, congresso realizado pela SBCOC.

Dr. Fabio debateu sobre os acromiales e a lesão do manguito rotador e quais as melhores opções de abordagem cirúrgica para tratar o problema. Já o Dr. Fernando explicou sobre o melhor momento para realizar o reparo do manguito rotador em pacientes acima de 75 anos.

More

Você sabia que sua bolsa ou mochila pode ser a razão de suas dores nos ombros?

Você sabia que sua bolsa ou mochila pode ser a razão de suas dores nos ombros?

Você sabia que sua bolsa ou mochila pode ser a razão de suas dores nos ombros? O peso excessivo é um dos principais vilões das articulações de pescoço, ombro e coluna.⠀

Mas o que fazer para solucionar isso? Confira algumas dicas:⠀

➡Usar uma bolsa transversal ajuda muito, já que o peso é distribuído de forma mais equilibrada;⠀
➡Opte por modelos com alças mais grossas e não tão longas;⠀
➡Carregue somente aquilo que é essencial. Modelos menores podem ajudar neste processo;⠀
➡Reveze a bolsa entre os ombros durante o dia;⠀
➡Faça atividades físicas ou pilates para aliviar a sobrecarga.⠀

Ao perceber dores persistentes no ombro ou outros sinais, busque auxílio de profissionais especializados.⠀

More

Idosos e dores nos ombros

Idosos e dores nos ombros

O envelhecimento é um processo natural. Com o aumento da idade, crescem também as reclamações de dores no ombro. Após os 60 anos, os principais problemas são: lesão do manguito rotador, artropatia da região e artrose no ombro.⠀

O manguito rotador é um conjunto de quatro tendões e músculos que estão localizados no ombro e ajudam na mobilidade da área. Com o passar dos anos, há um enfraquecimento natural dos tendões, o que aumenta as chances de dores e lesões na área.⠀

Já a artrose é caracterizada por um desgaste na cartilagem que recobre os ossos da região do ombro. Com isso, passa a haver dor na realização dos movimentos, já que não existe mais essa “proteção” entre os ossos.⠀

Os tratamentos variam conforme a gravidade das lesões. Em casos mais leves, pode ser indicada a utilização de gelo, anti-inflamatórios e analgésicos que ajudam a reduzir a dor. A fisioterapia também pode ser indicada para melhorar a qualidade dos movimentos do ombro.⠀

As abordagens cirúrgicas podem ser indicadas em cenários mais graves, quando os tratamentos clínicos não surtiram efeito ou quando o paciente apresentar algum problema de saúde que impeça a utilização de determinados medicamentos.⠀

Aos primeiros sinais, procure auxílio profissional especializado!

More

Quedas domésticas

Quedas domésticas

Quedas domésticas: elas são as principais vilãs quando o assunto é lesão em pessoas idosas. Com o isolamento social, o problema se agravou. Para evitar esse tipo de situação é necessário tomar alguns cuidados: ⠀

➡ A maioria dos acidentes domésticos ocorre no trajeto entre o banheiro e o quarto. Por isso é importante que essa rota esteja livre de obstáculos. ⠀
➡ Evite que o quarto tenha muitos objetos que dificultem a mobilidade. Se estiver deitado na cama, lembre-se de permanecer um tempo sentado nela antes de levantar. ⠀
➡ Interruptores de luz devem ficar em uma altura adequada, podendo ser acessados com o idoso ainda sentado na cama. ⠀
➡ Evite tapetes que tornem a mobilidade mais complicada dentro de casa. ⠀
➡ No banheiro, utilize piso antiderrapante e instale barras de segurança ao lado do vaso sanitário e dentro do box.⠀
➡ Locais onde o idoso irá se sentar, como cadeiras, camas e o sanitário devem ser adaptados para uma altura de 50 cm entre o assento e o chão. ⠀

Independente do quadro citado, se você observar esses sintomas e eles estiverem gerando incômodo em sua rotina, busque o médico ortopedista e investigue as condições.

More

Meu cotovelo está estalando, devo me preocupar?

Meu cotovelo está estalando, devo me preocupar?

O cotovelo estalar é normal, porém, fique atento se essa situação se repetir muitas vezes e vier acompanhada de inchaço ou dor. Esses podem ser indicativos de alguns problemas como:

Bursite
Geralmente combina estalos e dores. Causa uma inflamação na região do cotovelo, que costuma doer quando o braço é apoiado sobre uma superfície dura ou quando você realiza movimentos repetitivos.

Artrite
É um problema que afeta as juntas do braço, causando inflamação. Isso faz com que, além dos estalos e da dor, seja possível perceber inchaço local.

Epicondilite lateral
Tem sintomas parecidos com os da artrite, mas é uma inflamação degenerativa que afeta os tendões extensores do antebraço. Ela traz muita dificuldade para a movimentação.

Fratura
Às vezes, os estalos e a dor no cotovelo podem ser indicativos de uma fratura. Quedas e batidas na região podem não ser percebidas na hora e causam desconforto físico após um tempo.

Independente do quadro citado, se você observar esses sintomas e eles estiverem gerando incômodo em sua rotina, busque o médico ortopedista e investigue as condições.

More

Bursite no ombro tem cura?

Bursite no ombro tem cura?

A bursite é um problema bastante comum, caracterizado pela inflamação da bursa, um tecido que recobre os tendões e que ajuda a reduzir o atrito durante os movimentos. Por isso, tratamentos incorretos facilitam a reincidência do problema, o que gera o mito de que a bursite não tem cura.⠀

O problema pode surgir tanto por conta de um trauma único e forte ou por pequenos traumas de pequena intensidade, mas que se repetem ao longo da rotina. Entre as causas da bursite destacam-se infecções, lesões por esforço, uso excessivo das articulações, movimentos repetitivos, ou artrite (inflamação das articulações).⠀

Por isso, ao sentir dores no ombro, é importante buscar orientação médica. A bursite pode ser facilmente contornada com medicações, que fazem a inflamação diminuir, e sessões de fisioterapia, que têm como objetivo fortalecer o manguito rotador, mantendo o problema longe por mais tempo. Lembre-se que, quanto antes você conversar com o seu médico, mais rápido e efetivo será o tratamento!⠀

More